sexta-feira, junho 14, 2024
BelezaSaúde e Bem Estar

Prender o cabelo causa calvície? Veja se é verdade e como evitar

Um dos problemas em prender o cabelo apertado é causar alopecia por tração, provocando falhas no couro cabeludo. 

Nosso país é quente e quem tem cabelos grandes nem sempre consegue ficar com eles soltos por muito tempo. Daí, o jeito é fazer um coque, um rabo de cavalo ou trança. Mas, aí vem a dúvida sobre um tema que muita gente fala: prender o cabelo causa calvície?

De fato, alguns hábitos ruins são verdadeiros vilões para a saúde capilar. Por exemplo, dormir com os cabelos molhados leva ao desenvolvimento de fungos e, consequentemente, danos aos fios. 

No caso específico de prender o cabelo, você verá ser possível, sim, causar calvície. Isso vai depender tanto da forma como apreende quanto do que usa para isso. 

Por que prender o cabelo causa calvície?

Quando você prende o cabelo muito apertado ou usa um elástico, já viu que, quando solta, vários fios vão embora, né? Esse é, exatamente, o motivo pelo qual prender o cabelo causa calvície. 

Na verdade, não é exatamente o ato de prender, mas como o faz. Penteados muito apertados, como aqueles rabos de cavalo lá no alto e super bem presos, fazem os cabelos caírem por alta tração na raiz. Em outras palavras, os cabelos se soltam da raiz à força. 

O mesmo acontece quando usa elásticos e as chamadas “xuxinhas”. O material do qual são feitos é altamente prejudicial para os fios, pois podem torná-los mais quebradiços pelo desgaste da fibra capilar. 

Deste modo, prender o cabelo muito apertado ou com materiais ruins pode provocar: 

  • alopecia cicatricial definitiva (perda permanente os cabelos) 
  • queda dos cabelos porque enfraquece a raiz
  • fios mais quebradiços, principalmente em cabelos com química 

Importante ressaltar que existem outras causas pelas quais prender o cabelo causa calvície. Vejamos quais são.

Como prender o cabelo faz mal? 

A perda de cabelo por tração acontece quando se prende os cabelos, principalmente em alguns penteados específicos. 

Rabo de cavalo 

O rabo de cavalo é prático e elegante, mas pode provocar tensão sobre o bulbo capilar, principalmente se for feito diariamente. Um dos casos mais graves é a perda de cabelo acima da testa. 

Coques 

Outro penteado adorado pela elegância, o coque também exerce tração nos fios e tem, como resultado, a perda gradual. O ideal é não fazê-lo todos os dias e, em vez de apertar tanto, aplicar fixadores ou laquês. 

Tranças apertadas 

Ainda que constituam um penteado atemporal, as tranças também são exemplos de que prender o cabelo causa calvície. Mas, nem todas, especificamente aquelas de raiz mais apertada, como boxeadora, twist e mandraka.  

O recomendável é manter as tranças mais frouxas e optar por métodos menos agressivos, a exemplo da lateral, embutida, espinha de peixe e cascata. 

Cabelo molhado 

Como mencionamos no início do artigo, prender o cabelo molhado causa calvície porque favorece o crescimento de fungos e bactérias. Além disso, aumenta o atrito dos fios e, assim, o desgaste da fibra. 

Como prender o cabelo sem prejudicar os fios 

O fato de prender o cabelo causar calvície não significa, necessariamente, que você nunca mais possa usar uma trança na vida! A ideia é intercalar dias de cabelos soltos com presos, além de apostar em algumas dicas. Por exemplo: 

  • evitar materiais ruins, como elásticos. Prefira tecidos similares à seda ou, ainda, presilhas e palitos
  • durma com os cabelos soltos 
  • varie os penteados, evitando prender sempre do mesmo jeito 
  • não prenda os cabelos tão apertados e nem dar muitas voltas no elástico 
  • evite usar penteados com alta tração frequentemente

Prenda os cabelos sem maltratar os fios 

Em suma, prender o cabelo causa calvície devido à tração na raiz e desgaste da fibra capilar. Porém, é possível evitar o problema alternando dias de cabelos soltos com presos, além de usar materiais menos agressivos. Ademais, não usar o mesmo penteado todos os dias, principalmente se tensionar a raiz.