terça-feira, fevereiro 27, 2024
DicasGastronomia

Vender panetone no Natal: XX Dicas para confeiteiros

Aproveite a data comemorativa para ampliar sua renda vendendo panetone, o doce que é o símbolo do Natal.

O Natal está chegando, mas ainda dá tempo de fazer uma renda extra vendendo panetone. Principalmente, para quem deixou as compras para a última hora! Confira dicas para os confeiteiros venderem panetone no Natal e aumentar a renda. 

A época mais festiva do ano é, também, uma excelente oportunidade para ganhar dinheiro. E, como os panetones e chocotones são sempre procurados nesse período, é hora de aproveitar para dar uma alavancada nos negócios

Veja, a seguir, dicas de como vender panetone no Natal e bombar sua clientela neste fim de ano.  

Venda panetone no Natal – dicas para confeiteiros

Os panetones são o produto perfeito para dar uma diversificada no seu portfólio convencional. E mais, eles ainda podem puxar a venda de outros produtos da sua loja. 

  1. Tenha os itens certos 

Antes de mais nada, é preciso ter os equipamentos e acessórios certos para fazer panetone. As formas de papel para suportar as altas temperaturas do forno, mas não dispensam a forma de alumínio para comportar a massa. 

Não se esqueça, também, das embalagens, principalmente as temáticas, que fazem toda a diferença para encantar o cliente. Lembre-se que muita gente compra panetones para presente e a aparência é a primeira coisa que chama a atenção!

  1. Invista em qualidade 

Nada pior do que morder um panetone e sentir a massa seca, sem gosto, não é verdade? Então, coloque-se no lugar dos clientes e invista na qualidade do seu produto! 

Adquira ingredientes de qualidade para que o resultado seja saboroso. Certamente, aquela pessoa te indicará para conhecidos e, mais ainda, voltará para comprar outros doces. 

  1. Tente sabores diferentes 

Todo mundo conhece o panetone de frutas e o chocotone, né? O panetone trufado, há tempos, deixou de ser novidade. O jeito, então, é inovar nos sabores, claro, provando para comprovar se dão certo! 

Faça pesquisas de tendências, combinações e sabores que estejam em alta. Não precisa ter um cardápio gigantesco, apenas aquele que tenha os produtos mais desejados do momento. Olha alguns exemplos que estão na moda: 

  • naked panetone 
  • panetone recheado
  • panetone no pote

Complemente a vitrine com outros doces natalinos, como cookies e macarrons. De repente, dá para montar kits de Natal, hein?

  1. Divulgue o seu panetone 

Todo confeiteiro deve vender panetone neste Natal! Então, faça uma boa divulgação do seu doce para se diferenciar da concorrência. 

Use as redes sociais para chegar aos clientes, inclusive aqueles que nem conhecem a sua marca. Tire boas fotos, faça vídeos da produção e até cortando o panetone para mostrar a maciez. 

Informe os meios de contato, entre em grupos de venda e assine o WhatsApp Business para inserir um catálogo. Tudo vale a pena para chamar a atenção e prospectar mais vendas.    

  1. Dê opções de pagamento 

Na maioria das vezes, a pessoa não compra um panetone só. E, convenhamos, não estamos falando de um produto exatamente barato. 

Então, para atrair o cliente e instigá-lo a comprar mais, facilite a forma de pagamento. Veja com seu banco a disponibilização de uma maquininha de cartão para passar crédito e débito. 

Possibilite, ainda, pagamento via Pix, até enviando por link ou QR Code para facilitar a vida do cliente.     

  1. Estude 

Vender panetone no Natal, assim como qualquer outro doce, exige capacitação para que o resultado seja satisfatório. Desde os equipamentos certos até a forma de preparo da massa exigem técnica e conhecimento. 

Sendo assim, para cada receita, leia, estude e assista a aulas, online mesmo, para aprender a preparar. Assim, seu panetone sairá bem mais gostoso e fará mais sucesso do que se preparado de forma aleatória. 

  1. Saiba calcular o preço

Por fim, e não menos importante, calcule o preço do seu panetone para ter lucros, e não prejuízo. Primeiro, contabilize todos os gastos com a produção, desde os ingredientes até a entrega. 

Depois, some os gastos variáveis, que incluem água, gás e energia elétrica. Como não é fácil calculá-los, a recomendação é adicionar 10% ao valor total. 

Não se esqueça de considerar o custo com a mão de obra, pensando no tempo gasto no preparo. Quando definir o preço de custo, faça uma pesquisa de mercado para determinar o seu preço de venda e, a partir daí, a margem de lucro.    

Viu só, como são muitas as dicas de como vender panetone no Natal? Então, corre que ainda dá tempo de ampliar suas vendas e ganhar um dinheiro extra neste fim de ano!