Carregando...
Finanças

Tudo o que você precisa saber sobre cartão de crédito

Antes de fazer um cartão de crédito, é necessário lembrar que ele não é uma fonte de renda a mais. Ou seja, se ele for usado de forma irresponsável, haverá um acúmulo de dívidas no futuro.

Para utilizar o cartão de crédito, é preciso montar um planejamento e analisar os gastos mensais. Dessa forma, você pagará sua fatura em dia e não será prejudicado pelos juros. Se você pretende fazer um cartão de crédito, mas não entende desse assunto, não se preocupe. Leia este texto e veja tudo o que você precisa saber sobre cartão de crédito.

O que você precisa saber sobre cartão de crédito

Taxa de juros

 

Quando uma pessoa não consegue pagar a fatura, ela ganha uma dívida ainda maior em seu cartão de crédito. Isso acontece porque os juros da fatura são cumulativos, ou seja, quanto mais você atrasar sua fatura, maior será a sua dívida.

Normalmente, os bancos cobram um percentual de juros para cada dia atrasado na fatura, esses são os famosos “juros sobre juros”. Com isso, ocorre a famosa “bola de neve” e a dívida do cartão de crédito fica praticamente impagável.

Por conta disso, é necessário tomar muito cuidado ao utilizar o cartão de crédito. Por exemplo, se você costuma fazer saques com seu cartão, procure saber quais são os juros cobrados para isso.  

Quando for escolher o seu cartão de crédito, procure aquele que tem a menor taxa de juros. Dessa forma, você terá um pouco mais de tranquilidade em relação aos juros abusivos.

Novas regras do cartão de crédito

Em 2017, houve algumas mudanças nas regras de uso do cartão de crédito. As principais alterações foram as seguintes:

  •         A fatura do cartão passa a vir com dois valores: o total, que indica todos os gastos da fatura e o mínimo, que representa 15% do valor total;
  •         O crédito rotativo terá limite de um mês.

No antigo regulamento do cartão de crédito, o pagamento do valor mínimo passava para a fatura seguinte, acrescido de juros, algo conhecido como crédito rotativo.

Contudo, isso agora não existe mais, pois houve uma alteração no regulamento. Dessa forma, será possível combater a inadimplência e diminuir as taxas médias de juros.

De acordo com as novas regras, se uma pessoa não puder arcar com o pagamento do crédito rotativo no mês seguinte, automaticamente a dívida será parcelada. Dessa forma, a dívida poderá ser negociada com o banco ou financeira.

Anuidade

Como o próprio nome já diz, a anuidade é uma taxa que os bancos cobram uma vez ao ano. Essa taxa está ligada aos serviços prestados por essas empresas e o cliente é obrigado a fazer o pagamento. Do contrário, ele não terá mais vínculo algum com aquela instituição financeira.

Apesar de a anuidade ser cobrada apenas uma vez por ano, é importante ficar atento a ela. Normalmente, o vínculo com um banco e seu cartão de crédito costuma durar muito tempo. Portanto, é importante analisar se a anuidade daquela empresa realmente vale a pena.

Para escolher a melhor anuidade possível, é importante fazer uma pesquisa sobre os cartões de vários bancos. Dessa forma, você saberá qual é a melhor opção para você.

Limite do cartão de crédito

O limite de um cartão de crédito corresponde ao valor máximo que pode ser gasto em compras.  Para definir o limite de um cartão, há dois fatores que são cruciais:

  •         Na hora de ceder o cartão, o banco costuma fazer uma análise de crédito. Com isso, se a pessoa estiver em dia com a instituição, ela pode ter um limite maior, pois o banco acredita que ela é uma boa pagadora;

 

  •         Antes de ceder o cartão, o banco costuma analisar os rendimentos mensais do cliente. A lógica é simples: quanto mais a pessoa ganhar por mês, maior será o limite dela. No entanto, alguns cartões possuem limites pré-aprovados.

Compare as empresas e veja qual delas é a melhor para fazer um cartão de crédito.

Escolha do banco

Cartões de crédito possuem vínculos com bancos ou instituições financeiras. Além disso, seus modelos podem ter chip ou não. Para fazer um cartão de crédito, você pode escolher o banco onde você possui conta ou pode escolher outra instituição financeira.

Para fazer uma boa escolha, pesquise o valor das anuidades, as taxas de juros e os pacotes de serviços. Antes de escolher um cartão de crédito, procure saber se ele se encaixa em suas necessidades.

Lembre-se que, no seu banco atual, conseguir um cartão de crédito será bem mais simples. Como esse banco já possui o seu histórico financeiro, analisar o seu crédito se torna bem mais fácil.

Se você paga suas contas em dia, provavelmente terá melhores negociações para o seu cartão de crédito.

%d blogueiros gostam disto: