terça-feira, fevereiro 27, 2024
EmpreendedorismoNegócios

Quais são os países mais ricos do mundo?

Já parou para pensar como a riqueza de uma nação influencia no bem-estar do seu povo? Neste artigo, vamos te contar detalhes sobre os países mais ricos do mundo e como esses dados são medidos. Continue lendo para descobrir cinco países com o PIB per capita mais alto do mundo.

Como se mede a riqueza de um país?

Existe uma divergência sobre a forma correta de avaliar a riqueza de um país. O cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) é uma das formas utilizadas. Ele consiste em somar todos os bens acumulados por uma nação em um ano. Dessa forma, o país mais rico seria aquele que possui, literalmente, mais dinheiro.

Contudo, esse método ignora que países mais populosos devem acumular mais bens, já que possuem mais mão de obra para ser somada. Aqui, entra a outra forma de definir quais são os países mais ricos: o PIB per capita. Esse cálculo divide o PIB de um país pela sua população para entender qual é o PIB destinado a cada pessoa.

Assim, a lista de países mais ricos do mundo será completamente diferente em cada um dos casos. Além disso, é preciso ressaltar que nenhuma dessas maneiras de medir riqueza considera o acesso a serviços essenciais, taxas de desemprego e como a renda está dividida.

Então, não adianta pensar que mudar para um desses países é garantia de qualidade de vida, outros indicadores devem ser considerados.

5 países mais ricos do mundo

Conheça agora quais são os cinco países com o maior PIB per capita do mundo, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI) e detalhes sobre como a renda é distribuída.

Para se ter uma comparação mais exata sobre o poder de compra com o salário mínimo de cada lugar citado, será usado o Índice Big Mac. Esse cálculo se baseia em descobrir quantos sanduíches Big Macs podem ser comprados usando o salário mínimo no país.

No Brasil, por exemplo, onde esse hambúrguer custa cerca de R $22 e o salário mínimo é de R $1.302, poderiam ser comprados 59 Big Macs.

Luxemburgo

Luxemburgo é uma nação minúscula localizada na Europa, entre a França e a Bélgica. O país possui apenas 640 mil habitantes e um PIB per capita de 132 mil dólares.

Além de ser o país mais rico do mundo, Luxemburgo também possui um alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que mede níveis de educação, saúde, renda e a expectativa de vida. O IDH de Luxemburgo é de 0,916.

Em relação à desigualdade de renda, a nação fica abaixo da média, tendo uma taxa de desigualdade de 36 em uma escala de 100. Esse fato não é uma surpresa, já que Luxemburgo tem o maior salário mínimo da Europa, equivalente a 2,3 mil euros (suficiente para comprar 230 Big Macs no país).

Irlanda

A Irlanda fica no norte da Europa e possui uma população de 5 milhões de pessoas. O seu PIB per capita é de 85 mil dólares e o seu IDH é de 0,945. Apesar de ter um salário mínimo inferior ao de Luxemburgo, de 1,6 mil euros (equivalente a 177 Big Macs), o seu índice de desigualdade econômica é ainda menor, com apenas 26 de 100.

Singapura

Singapura é uma cidade-estado no sudeste da Ásia, muito conhecida por sua estrutura moderna e tecnológica. Atualmente, 5 milhões de pessoas moram nesse país que possui o PIB per capita de 82 mil dólares.

Essa cidade-estado tem, ao mesmo tempo, um IDH altíssimo, de 0,939, e uma desigualdade de renda elevada, de 45,9 de 100. Talvez isso aconteça porque o governo prefere não intervir nas remunerações, não existindo um salário mínimo definido por lei.

Catar

Outro país asiático nesta lista, o Catar possui um PIB per capita de 65 mil dólares. Com uma população de 2,6 milhões de pessoas em que a maioria da força de trabalho é de imigrantes, e com um salário mínimo de 1 mil cataris (suficiente para apenas 45 Big Macs), a nação tem um índice de desigualdade de 41 de 100. Mesmo assim, o seu IDH é elevado, sendo de 0,856.

Macau

Macau não é exatamente um país, sendo considerado uma região administrativa especial da República Popular da China. Mas o território consta nesta lista por ter o cálculo do PIB per capita individual de 43 mil dólares.

Com uma população de 686 mil habitantes, o IDH de Macau é de 0,914. Sabe-se que o seu salário mínimo é de 6.656 patacas (ou 144 Big Macs), mas não há registro da desigualdade econômica no território.

A partir da análise de outros dados sobre esses países, percebe-se que um PIB per capita elevado também influencia em um bom IDH e, geralmente, em um salário mínimo alto. Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam essas curiosidades.