terça-feira, maio 28, 2024
Saúde e Bem Estar

Ronco é tratável? Veja dicas para parar de roncar

Em grande parte dos casos, o ronco pode ser superado mudando alguns hábitos do seu dia a dia. Em situações mais graves, a realização de tratamentos e o uso de aparelhos como CPAP podem ser necessários. 

Nesse artigo, falaremos sobre as principais causas do ronco e o que pode ser feito para amenizar os seus sintomas. Confira!

Por que as pessoas roncam? 

Antes de darmos as dicas para parar de roncar, primeiro, é necessário entender de onde vem esse problema.  

Quando as vias respiratórias ficam obstruídas – seja devido ao relaxamento do músculo ou qualquer outro motivo – o fluxo de ar fica impedido de percorrer seu caminho normalmente. Isso faz com que a orofaringe vibre de forma intensa, ocasionando o que chamamos de ronco. 

Entretanto, o estreitamento das vias aéreas pode ser indício de um problema mais grave, a Apneia do Sono. Tal condição precisa ser avaliada por um otorrinolaringologista, que indicará o melhor tratamento para cada caso. 

Quais os principais problemas enfrentados por quem ronca? 

Conforme divulgado pela ABORL-CCF (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial), aproximadamente 50% da população do país sofre com problemas relacionados ao ronco.

Acontece que, além do tormento suportado pelo próprio paciente, as pessoas que estão ao redor também acabam sofrendo. Além disso, o ruído gerado pelo ronco não é o único motivo de preocupação, já que em situações mais graves, essa condição pode trazer complicações de ordem cardiovascular e até mental.

Quais são as principais causas? 

Não existe uma causa específica responsável pelo aparecimento do ronco. Ou seja, o surgimento dessa condição pode estar relacionado a diferentes fatores, como aumento de peso, excesso de cigarro, desvio do septo, dormir de costas, bebidas alcoólicas, entre outras. 

Dessa forma, caso os problemas persistam por muito tempo, o ideal é procurar ajuda especializada e seguir as orientações do profissional. 

Qual o melhor tratamento para o ronco?  

De antemão, saiba que tudo vai depender da gravidade do seu problema. Por exemplo, se a sua condição for de grau leve, mudar a posição na hora de dormir pode ser o suficiente. Contudo, para os casos mais agudos, cirurgias e procedimentos intensivos podem ser mais indicados. 

No próximo tópico, confira algumas dicas de tratamento que irão te ajudar a reduzir os sintomas do ronco. 

8 dicas para melhor o ronco 

Mantenha-se sempre no seu peso ideal  

Embora pareça uma dica simples, essa é certamente uma das mais importantes a serem seguidas. Em suma, quando você ganha peso, parte da gordura acumulada pelo seu corpo vai parar na traqueia, impossibilitando que o ar circule adequadamente pela garganta. 

Essa obstrução faz com que os músculos da região do pescoço vibrem com mais intensidade, causando o ronco.

Exercícios físicos 

Apostar numa boa sessão de exercícios físicos é uma excelente ideia para se livrar desse problema. Ao movimentar seus corpo com exercícios aeróbios, seu sistema respiratório começa a trabalhar melhor, diminuindo a incidência do ronco. 

Fora isso, procure consumir alimentos leves, saudáveis e que melhorem a qualidade do seu sono.

Se possível, evite consumir bebidas alcoólicas 

As pessoas que consomem bebidas destiladas estão mais propensas a roncarem durante a noite, e o motivo é bem simples: o álcool faz com que os músculos da garganta fiquem relaxados, ocasionando o fechamento das vias respiratórias.   

Logo, se não puder evitar, tente pelo menos diminuir a quantidade ingerida. Sobretudo, não beba nada alcoólico antes de dormir.

Não fume 

O tabaco é ainda pior, pois além de causar feridas na traqueia e dificultar o fluxo adequado do ar, ele ainda é o responsável por doenças mais graves como o câncer de garganta, de pulmão e a insônia crônica.

Utilize um CPAP

O CPAP é um dos equipamentos mais utilizados no tratamento do ronco e da apneia do sono, levando ar para os pulmões de forma contínua e impedindo que as vias aéreas fiquem obstruídas. 

Entretanto, para usufruir das vantagens desse aparelho, não é necessário adquiri-lo em definitivo. 

Nesse sentido, a Physical Care trabalha com o aluguel de produtos para tratamento de distúrbios do sono como CPAP aluguel, concentradores de oxigênio, BIPAP, entre muitos outros. Além de tudo isso, é possível comprar um travesseiro contra apneia que reduz os roncos e pode se tornar uma solução barata e rápida para seu problema.

Para conhecer mais sobre as condições da Physical Care, visite nosso site e fale com um de nossos atendentes.