Carregando...
Construção CivilEmpreendedorismoNegócios

Qual a diferença entre a empilhadeira manual e a elétrica? Entenda as vantagens de cada uma!

Empilhadeira elétrica ou manual

Qual é melhor: empilhadeira elétrica ou manual? Essa é uma dúvida constante no mercado, especialmente na área de logística de todo o país. Além de ser uma pergunta sem resposta óbvia, ainda é uma questão que gera alguns debates entre os profissionais.

Isso porque ambas as opções apresentam diversos benefícios para as operações e na realidade, não existe uma melhor que a outra. São características indicadas para diferentes necessidades e preferências.

Desta forma, o único que pode responder essa questão é você mesmo. Vamos contribuir com as informações necessárias para que tome essa decisão de maneira consciente e assertiva. 

Assim não terá arrependimento no futuro com o desempenho da máquina na sua produção. As empilhadeiras são máquinas extremamente necessárias em diversas empresas. Sem elas, a organização e a movimentação de materiais seriam prejudicadas. 

Fatores que impactam diretamente em todas as outras operações das empresas. É uma ferramenta muito utilizada para carregar, armazenar, receber e descarregar materiais.

Ajuda na movimentação de materiais, organização e logística dentro das organizações de forma segura. As empilhadeiras tornam as produções mais seguras e produtivas. 

Com essa máquina, a rotina dos funcionários se torna mais produtiva e segura – além de que os produtos carregados sofrem menos riscos de quebras e outros danos.

Devido à sua importância, atualmente existem alguns modelos de empilhadeiras – com tecnologias e funcionalidades diferentes. Para entender qual a melhor para sua empresa, é preciso conhecer melhor essas máquinas

Confira a seguir a diferença entre empilhadeiras elétricas e manuais. Identifique as características que mais fazem sentido com a rotina de trabalho da sua empresa e encontrará a melhor opção sem maiores transtornos.

Qual a melhor empilhadeira?

Hoje em dia o mercado oferece duas principais opções de empilhadeiras: a elétrica e a manual. Ambas apresentam muitas vantagens, mas se diferenciam por alguns aspectos e principalmente em como e onde devem ser usadas. 

Uma é mais indicada para ambientes externos, por exemplo. Já a outra é mais veloz. Desta forma, é preciso analisar com cautela suas diferenças e entender qual a alternativa mais funciona como o ritmo de produção, quantidade de colaboradores, ambiente que será usada, entre outros fatores.

A empilhadeira manual, também chamada de empilhadeira à combustão, é movida por gás (GLP) ou diesel, por isso, conta com esse nome e gera gases durante sua operação. 

É recomendado que essa máquina seja usada em ambientes externos, como portos, docas, pátios, entre outros. As principais vantagens dessa opção é a sua capacidade de carregamento, já que suporta grandes volumes e rotinas de logísticas mais intensas.

Existem diversos modelos de empilhadeiras manuais, algumas emitem menos gases do que as outras – o que é melhor para o meio ambiente e saúde dos profissionais envolvidos. Procure por opções mais ecológicas e dependendo do nível de gás emitido, pode ser usada em ambientes internos. 

Características empilhadeiras elétricas

As empilhadeiras elétricas são movidas por baterias recarregáveis. Ou seja, não utiliza combustível e também não emite gases. Podem ser usadas tranquilamente em ambientes internos, dado que não proporcionam poluentes ao ambiente.

Depósitos, fábricas, armazéns, câmaras frigoríficas, entre outros diversos locais internos contam com empilhadeiras elétricas. Contudo, caso queira, alguns modelos são mais versáteis e permitem também o uso externo (com alguns cuidados, é claro, dado que utiliza bateria).

Suas principais características: emite pouco ruído quando está funcionando, é menor, ideal para espaços menores,  conta com torres altas, capazes de elevar cargas até 12 m de altura – dependendo do modelo, essa capacidade por aumentar ou diminuir – tem ótima resistência e evita custos com combustíveis. 

Qual é melhor: à combustão ou elétrica? Depende! As empilhadeiras manuais são mais rápidas, ágeis e custam menos. Contudo, emitem gases, por isso, é necessário ter alguns cuidados.

As elétricas são mais lentas, mas apresentam diversos outros benefícios e por ter mais tecnologia, custa um pouco mais caro. A escolha é de cada empresa conforme suas necessidades e preferências. 

Comprar ou alugar empilhadeiras?

É muito fácil encontrar essas máquinas. Diversas empresas alugam e vendem empilhadeiras em todo o Brasil. Comprar esse equipamento é uma solução vantajosa dependendo das necessidades do comprador.

Se for usar por bastante tempo, ter local para armazenar, entender que vai arcar com custos com manutenção e contratar um operador de empilhadeira profissional, comprá-la é uma boa ideia.

Agora, se for o caso de ter uma empilhadeira para demandas sazonais, serviços específicos ou para testes de produção, o melhor é alugá-la. Evitará custos com manutenção e com profissionais – geralmente as empresas locais já oferecem um operador extremamente qualificado.

Não precisará se preocupar em guardá-la com segurança ou qualquer outra questão. Procure empresas confiáveis, de qualidade e boas referências no mercado. Em especial, entenda se fazem as manutenções corretas nas máquinas para garantir que estará comprando ou alugando uma ótima empilhadeira – seja ela elétrica ou manual.

%d blogueiros gostam disto: