sexta-feira, julho 5, 2024
Pets

Quais os principais sintomas da parvovirose

Afinal, cachorro pode comer morango? Esta é a dúvida de muita gente que tem pet e tem dúvidas com relação aos sintomas da parvovirose, doença grave que afeta o trato gastrontestinal dos cães e que pode levar até à morte. 

Algumas raças são mais vulneráveis à doença, porém qualquer animal e qualquer raça de cachorro ou cruzamento pode contrair a doença, o que é preocupante já que a taxa de mortalidade associada à doença em filhotes chega a 35%. Mas não se desespere, a parvovirose tem cura e tratamento. 

O que é a parvovirose canina?

A parvovirose é uma infecção causada pelo Parvovírus, que afeta o trato intestinal dos cães e pode levar à morte do animal. Pode ser transmitida por fezes ou outros utensílios contaminados. Por se tratar de uma doença grave, pode afetar outros órgãos do animal, como, por exemplo, o coração.

É uma doença altamente contagiosa entre cachorros, porém não é transmissível para seres humanos. Mas mesmo sem contrair a doença, o ser humano pode contribuir para a transmissão da doença, através da sola de sapato ou até pneu de carro, por exemplo, pois o vírus pode permanecer vivo em um local por até seis meses. 

Quais os sintomas da parvovirose?

Os principais indícios e os sintomas da parvovirose são vômitos, diarreia com ou sem sangue, febre, perda de apetite, perda de peso, abatimento e fadiga. Normalmente os sintomas costumam aparecer entre 7 e 14 dias. 

Nem todos os cães desenvolvem a doença, que é mais comum em cães idosos, com imunidade baixa ou filhotes. A maior parte dos cães adultos e saudáveis conseguem combater o vírus e não ficam vulneráveis à doença.

Como tratar cães com parvovirose?

A Parvavirose tem cura, porém antes de se desesperar, é preciso confirmar a doença através de consulta ao veterinário. Exames como sorologia e PCR são realizados para ajudar a identificar os anticorpos da doença. 

No tratamento, normalmente são receitados antibióticos, vitaminas e soro. Muitas vezes a internação é necessária para que o animal não fique desidratado. Além disso, é necessário isolar o cão infectado com a doença caso tenha outros animais em casa.

Como evitar a doença?

A principal prevenção contra a parvovirose é a vacinação, seguindo o calendário de imunização polivalente desde o início da vida de seu pet. Durante o período de vacinação, evite sair com seu cão ou deixá-lo em contato com outros animais até ter completado a imunização.

Cuidar da rotina de seu pet é fundamental para mantê-lo saudável. Mantenha uma rotina adequada, visitas ao veterinário e vermifugação em dia. O cachorro pode comer morango e cuidar da dieta durante toda a vida é outra ação importantíssima. 

O que o cachorro pode comer durante o tratamento da doença?

O cachorro pode comer morango e outras frutas vermelhas como mirtilo e amora, que tem ação anti-inflamatória. Outro alimento bem comum para cães com parvovirose é o arroz com pouquíssimo tempero, alguns tipos de legumes e frutas como cenoura e mamão e até carnes como carne moída e fígado de boi. 

Durante o tratamento, o ideal é combinar com o veterinário qual é a dieta mais indicada para seu cachorro. Devido à raça, porte, condições de imunidade e estágio da doença, tudo isso pode variar.

Tem alguma vacina que combate a parvovirose canina?

A vacina polivalente conhecida como V10 é a principal proteção do pet. Imuniza contra 10 doenças, entre elas a parvovirose. Dependendo da raça, são necessárias 4 doses em intervalos regulares. 

E se você quiser saber mais informações sobre como cuidar da saúde do seu bichinho da melhor forma, acesse os conteúdos da DrogaVET. Somos especialistas em cuidar do seu pet e deixá-lo sempre saudável e feliz.

Além disso, a DrogaVET é a pioneira em medicamentos manipulados para cuidar dos nossos melhores amigos da melhor maneira possível. Garantimos que os produtos venham no formato, sabor e aroma que o bichinho tanto gosta para tornar os tratamentos mais confortáveis, tanto para ele quanto para você, tutor.